Brazil

Depoimentos de profissionais

Dr. Charles Limb

Após anos trabalhando como cirurgião otológico, para mim continua sendo uma maravilha a existência do fenômeno biológico da audição.

Ouvir nos conecta com o mundo e uns com os outros. Infelizmente, esta capacidade não é plena para todas as pessoas, uma vez que a perda auditiva afeta cerca de 360 milhões de pessoas, ou aproximadamente 5% da população mundial. Os implantes cocleares representam um avanço importante na nossa capacidade de combater os transtornos auditivos, ao separarem a transmissão do som para o cérebro da função da cóclea normal.

Saiba mais

Após anos trabalhando como cirurgião otológico, para mim continua sendo uma maravilha a existência do fenômeno biológico da audição. O som é uma consequência direta do mundo em movimento, das vibrações que são invisíveis aos olhos. O sistema auditivo humano está muito bem sintonizado com essas vibrações que nos rodeiam. Na cóclea, a energia acústica é convertida em ondas fluidas que são detectadas pelas células ciliadas, que executam o feito extraordinário da transdução sensorial. Na transdução, o som é convertido em sinais elétricos e passado através dos "fios" do nervo auditivo até o tronco encefálico e o córtex auditivo. A velocidade deste processo é impressionantemente rápida, levando menos de 10 milissegundos entre a entrada do som pelo conduto auditivo até a sua reorganização nos nossos cérebros. A partir daí, outras áreas do cérebro são acionadas para nos ajudar na interpretação do som, seja para nos alertar de um perigo iminente, detectar a presença dos nossos filhos ou para perceber o ambiente físico que nos cerca.

Os seres humanos desenvolveram duas especializações adicionais com base nos sons: a linguagem falada e a música. Apesar da discussão do que é que surgiu primeiro, se foi a fala ou a música, ambas são sistemas complexos de comunicação auditiva que utilizam padrões abstratos de vibrações para transmitir significado. A linguagem falada e a música persistem através da história da humanidade atravessando culturas. Ao longo desse percurso, estes sistemas paralelos se tornaram mais especializados no sucesso de transmissão de certos tipos de informações. Na língua falada: a capacidade de transmitir pensamento e significado semiótico através da sintaxe e de vocabulário partilhado. Na música: a capacidade de transmitir emoção e significado sem precisar de vocabulário ou de semântica bem definida.

O processamento auditivo transforma o som, inanimado e abstrato por natureza, em um aspecto fundamental da experiência humana. Ouvir nos conecta com o mundo e uns com os outros. Infelizmente, esta capacidade não é plena para todas as pessoas, uma vez que a perda auditiva afeta cerca de 360 milhões de pessoas, ou aproximadamente 5% da população mundial. Os implantes cocleares representam um avanço importante na nossa capacidade de combater os transtornos auditivos, ao separarem a transmissão do som para o cérebro da função da cóclea normal. É maravilhoso observar e participar dos extraordinários avanços da audição elétrica, que têm proporcionado sons importantes e com significado a centenas de milhares de pessoas com perda auditiva severa a profunda em todo o mundo.

Mas o nosso trabalho ainda está muito longe do fim. A quantidade de pessoas que já receberam o implante parece muito pequena em relação ao número de pessoas que poderiam se beneficiar com eles. Embora os implantes cocleares sejam notáveis por possibilitar a percepção da fala, a música ainda é um grande desafio. Entre as duas principais formas de comunicação auditiva, a música é substancialmente mais complexa do que a linguagem falada. Neste sentido, a música representa o ápice da audição. Se uma pessoa é capaz de ouvir música, ela será capaz de ouvir qualquer coisa. Para a área de implante coclear, a lição mais importante aqui é que focar na música poderá ser a maneira de nós eventualmente conseguirmos atingir o difícil objetivo de restabelecer uma audição perfeita. Mais do que qualquer outra forma de som, é a música que nos guiará para dar estimulação elétrica aos nervos com precisão e qualidade compatíveis como a que acontece na audição normal. Através do esforço em conjunto de pacientes, cientistas, audiologistas, médicos, educadores, terapeutas da fala, músicos, cirurgiões e muitos outros pelo mundo, eu espero chegar mais perto do objetivo a cada dia que passa.

 


Dr. René Gifford

Há cada vez mais apoio ao implante bilateral tanto para crianças como para adultos, com o intuito de alcançar os melhores resultados auditivos.

Nós fomos feitos para ouvir com os dois ouvidos de maneira equivalente; o implante bilateral é atualmente nossa melhor opção para tornar isto uma realidade para indivíduos com perda auditiva bilateral!

Saiba mais

Eu tenho tido a oportunidade de observar centenas de ativações de implantes cocleares, que é quando a pessoa realmente escuta pela primeira vez com seu novo implante. Esta é quase sempre uma experiência cheia de muita emoção para usuários, família e médicos. Para usuários unilaterais (um implante), a ativação representa uma entrada no mundo da audição ou um retorno a ele. Para o usuário bilateral (dois implantes), a experiência vai além de ouvir através dos dois ouvidos. Para mim, é incrível presenciar um usuário de implante coclear bilateral experienciar pela primeira vez os "benefícios bilaterais".

Escutar com dois implantes cocleares pode trazer benefícios significativos para a compreensão de fala no silêncio e no ruído; mas é em ambientes auditivos desafiadores, como os que envolvem níveis elevados de ruído difuso e situações de comunicação em grupo com vários falantes, que os usuários de implante coclear bilateral realmente se destacam12. Os benefícios bilaterais mais comumente observados e relatados envolvem ter consciência do som, compreensão de fala, qualidade do som e localização, ou a habilidade de encontrar a fonte sonora em seu ambiente.

Com audição similar em ambos os ouvidos, os usuários do implante coclear bilateral mostram melhor consciência dos sons que são apresentados em cada lado deles, ao contrário dos usuários unilaterais, que têm dificuldade em escutar sons que se apresentam do lado oposto ao do implante, o lado do ouvido deficitário. Isto significa que os ouvintes bilaterais se preocupam menos com o lugar onde vão se sentar em um jantar, no carro ou em encontros sociais. Nossos pacientes relatam geralmente os benefícios de uma qualidade sonora mais rica e completa com a audição "estéreo". Além do mais, é só com os dois ouvidos que nós conseguimos localizar os sons no espaço. Isso quer dizer que os usuários bilaterais estão melhor equipados para localizar a voz de alguém em outro lugar ou encontrar o celular quando toca.

Há cada vez mais apoio ao implante bilateral tanto para crianças como para adultos, com o intuito de alcançar os melhores resultados auditivos. Nós fomos feitos para ouvir com os dois ouvidos de maneira equivalente; o implante bilateral é atualmente nossa melhor opção para tornar isto uma realidade para indivíduos com perda auditiva bilateral!


Dr. Dawna Mills

O implante coclear dá acesso a uma ampla variedade de frequências (dos tons graves aos agudos) e intensidades (dos sons suaves aos altos), algo que o aparelho auditivo já não pode fazer.

Porém, o uso da combinação de implante coclear e aparelho auditivo pode melhorar a qualidade sonora e a compreensão de fala.

Saiba mais

Aqueles com perda auditiva significativa e que têm problemas com aparelhos auditivos podem se beneficiar consideravelmente com um implante coclear. Em muitos casos em que os indivíduos recebem um único implante coclear, eles continuarão usando o aparelho auditivo no outro ouvido. De fato, a audição bimodal, ou o uso de um aparelho auditivo em um ouvido e um implante coclear no outro, tornou-se mais aceita como uma opção de tratamento na última década. Esta tendência é em parte atribuída aos indivíduos que receberam o implante coclear que tinham mais audição residual do que aqueles candidatos tradicionais com perda auditiva profunda.

No melhor dos casos, o aparelho auditivo não é suficiente para suportar um alto nível de compreensão quando usado sozinho, mas ele pode ser um ótimo complemento para um implante coclear no ouvido oposto. O implante coclear dá acesso a uma ampla variedade de frequências (dos tons graves aos agudos) e intensidades (dos sons suaves aos altos), algo que o aparelho auditivo já não pode fazer. Porém, o uso da combinação de implante coclear e aparelho auditivo pode melhorar a qualidade sonora e a compreensão de fala. Meus pacientes sempre relatam que a qualidade sonora combinada é aumentada e os sons são mais completos e mais natural. Além disso, eles também relatam com frequência que estão mais capazes de apreciar música e escutar melhor na presença de ruído de fundo.

Dependendo do nível de audição residual, os usuários bimodais podem ter acesso a pistas que lhes permitem localizar melhor o som em relação àqueles que usam somente um implante coclear. Logo depois que um usuário tem o seu implante coclear ativado, ele pergunta, "Eu ainda preciso usar o aparelho auditivo no outro ouvido?". Minha resposta é sempre um "Sim!" ressoante. A minha experiência clínica e um número crescente de estudos científicos apoiam os benefícios de se fornecer som a ambos os ouvidos. Quer usando dois (bilateral) implantes cocleares ou um aparelho auditivo e um implante coclear (bimodal), a sua melhor audição será alcançada quando os dois ouvidos estiverem trabalhando juntos.


Os implantes cocleares da AB são…

  • Cobertos pela maioria dos planos de saúde, incluindo Medicare e Medicaid.
  • Totalmente atualizáveis para tecnologias futuras.
  • Projetados para lhe ajudar a ouvir melhor em situações de ruído, desde restaurantes cheios a aeroportos movimentados.
  • Desenvolvidos para lhe ajudar a ouvir na água.
  • Projetados pensando no seu divertimento musical. 

 


Referências

1.

Gifford RH, Dorman MF, Sheffield SW, Spahr AJ, Teece K, Olund AP. (2014). Availability of binaural cues for bilateral cochlear implant recipients and bimodal listeners with and without hearing preservation. Audiol Neurotol. 19(1):57-71. PMID: 24356514

2.

Gifford RH, Davis TJ, Sunderhaus LW, Driscoll CLW, Fiebig P, Micco A, Dorman MF. (2015). A within-subjects comparison of bimodal hearing, bilateral cochlear implantation, and bilateral cochlear implantation with bilateral hearing preservation: High-performing patients. Otol Neurotol. 36(8):1331-7. PMID: 26164443

Entre em Contato


A AB não vende ou transfere informações pessoais suas para outras empresas.

Atendimento ao Cliente

Telefone: 
(11) 3774-1794

De segunda a sexta, das 8h30 às 18h.

Entre em contato com o Atendimento ao Cliente

Número de telefone gratuito: 
(877) 829-0026 nos EUA e Canadá

TTY: (800) 678-3575

Email: 
info.brasil@AdvancedBionics.com


De segunda a sexta-feira
das 9:00 até às 17:00

Saiba mais sobre o Implante Coclear e a perda auditiva

Obrigado por entrar em contato conosco para que possamos ajudá-lo através de soluções auditivas. Conte com a gente — uma comunidade de profissionais de saúde auditiva e usuários de implantes cocleares — para ajudar você a Hear and Be Heard™. Um representante da Advanced Bionics irá entrar em contato em breve!

Se a sua solicitação precisar de atenção imediata ou se você tiver mais perguntas, entre em contato com hear@AdvancedBionics.com.

 

 

 

 

Dê o próximo passo!


A AB leva a sério a sua privacidade. Nunca iremos vender ou transferir as suas informações pessoais para outras empresas com fins de comercialização.