Brazil

Benefícios dos implantes cocleares: Materiais para paciente pediátrico

A AB fornece materiais informativos que ajudam os pais dos seus pacientes pediátricos a entender sobre o processo e os benefícios de um implante coclear.


Literaturas como brochuras para download, compartilhamento de webinars, ], impressão de materiais para paciente e publicação de estudos profissionais são indicados para mostrar aos pais de seus pacientes como os implantes cocleares foram desenvolvidos e funcionam para melhorar a qualidade de vida.

A jornada para conseguir um implante coclear

A literatura da AB irá ajudar os pais dos seus pacientes pediátricos a entender o processo para a obter um implante coclear, desde o diagnóstico inicial, cirurgia, ativação e muito mais.

HiRes Fidelity 120 para o desenvolvimento da fala

Os sistemas de implante coclear da Advanced Bionics oferecem HiRes Fidelity 120TM*, que oferece cinco vezes mais resolução do que qualquer outro implante coclear.

A tecnologia superior da AB foi desenvolvida para permitir que seus pacientes pediátricos possam ouvir o seu melhor no mundo real, fornecendo uma audição mais próxima do normal.


Seus pacientes podem ouvir todos os detalhes necessários para desenvolver claramente, fortes padrões de fala e se destacar academicamente como os seus colegas com audição normal.


*Nos Estados Unidos, não foi aprovado para pacientes pediátricos.

HiRes Fidelity 120 para apreciação da música

HiRes Fidelity 120TM* foi desenvolvido para fornecer a frequência e sincronia de som com grande precisão, para que seus pacientes pediátricos possam ouvir e desfrutar da música.


Somente o HiRes Fidelity 120 da AB:

  • Offers 120 spectral bands for unsurpassed spectral Oferece 120 bandas espectrais para uma resolução espectral inigualável. Outros implantes limitam a estimulação de um eletrodo por vez, o que limita o número de bandas espectrais para o número de eletrodos (no máximo 22).
  • Fornece estimulação simultânea do eletrodo, permitindo que a corrente seja "guiada" entre os eletrodos, oferecendo aos usuários da AB 120 bandas espectrais para uma melhor audição.
  • Permite que os pacientes ouçam muito mais frequências que o número de eletrodos implantados no ouvido.
  • Tem sido comprovado em estudos por mostrar melhor percepção de fala no ruído, bem como melhorias na música e na qualidade sonora, em comparação com outras estratégias de processamento de som.1–3

*Nos Estados Unidos, não foi aprovado para pacientes pediátricos.

Estudo demonstra que usuários da AB desfrutam da música

Em um estudo multicêntrico os pesquisadores demonstraram que os usuários da AB ouviam a música com mais frequência e desfrutam mais da experiência auditiva musical do que os usuários dos outros sistemas de implantes cocleares.4,5

Melhora da audição no ruído com T-Mic

Se os seus pacientes pediátricos estão na escola, em uma festa de aniversário, ou brincando no parque, eles vão querer interagir facilmente com os seus companheiros e colegas de classe, ao invés de se esforçar para acompanhá-los. A AB possui o melhor desempenho nessas situações desafiadoras.


Gifford mostrou que 11 dos 11 usuários compreenderam mais sentenças no ruído com o microfone T-Mic™ do que com um microfone atrás da orelha (BTE).6

AutoSound, fácil e com mãos-livres

O AutoSoundTM uma tecnologia exclusiva da AB se adapta automaticamente às mudançaa de ambientes sonoros, para que seus pacientes possam facilmente ouvir as pessoas conversando em situações diárias.

Com o AutoSound, as crianças podem se concentrar para escrever, correr ou tocar instrumentos, ao invés de se atrapalhar com o manuseio para ajustar o seu processador de som.

Uma pesquisa independente realizada por Haumann, Büchner e Lenarz, concluiu que os usuários da AB ouvem melhor a fala no ruído e situações da vida cotidiana do que os usuários de dispositivos dos concorrentes.7

Crianças ouvem melhor com implantes bilaterais

Enquanto um único implante coclear ajudará os pacientes pediátricos, dois implantes cocleares proporcionam vantagens mensuráveis. Implantes cocleares bilaterais ajudam os pacientes pediátricos 8-10:

  • Concentra e ouvir melhor em ambientes ruidosos, como a sala de aula e no parque.
  • Desenvolver mais a fala natural, oferecendo uma maior estimulação de áudio para o cérebro de uma criança durante os principais anos no desenvolvimento de fala.
  • Localizar os sons com mais facilidade.
  • Ouvir com menos esforço.
  • Não se preocupar onde se sentar em uma sala de aula para ouvir bem.

Built Kid Tough

Os sistemas de implante coclear da AB são Built Kid ToughTM,para que eles possam suportar as condições do mundo real. Os sistemas da AB apresentam:

  • Opções de adaptação flexíveis, com o objetivo de acompanhar a criança durante o crescimento - desde a infância até a idade adulta
  • Garantida proteção avançada contra à água
  • Controles totalmente programáveis, fáceis de ver e usar e com travas de proteção para as crianças
  • Ecologicamente correto com baterias recarregáveis que são fáceis de operar e duram anos
  • Recurso de segurança Intellilink™que envia informações apenas para os implantes da criança, impedindo a troca entre usuários e desconforto bilateral
  • Acessórios como o Clipe para criança e SnuggieTM são projetados para permitir mais liberdade de movimento
  • Compatibilidade com Sistema de FM para o uso fácil em salas de aula

The Listening Room para os seus pacientes e sua prática

The Listening RoomTM é um tipo de website que oferece aos seus pacientes uma base com design exclusivo e interativos, atividades práticas sem custo em Inglês para melhorar suas habilidades auditivas para que a comunicação com os outros se torne uma experiência bem sucedida.

Os exercícios podem ser feitos sozinhos; com um terapeuta, pais ou professores; em papel; ou com um iPod/MP3.

Ferramentas para a escola (Tools for Schools)

Os Tools for SchoolsTM oferece uma grande variedade de recursos para apoiar a gestão educacional e a reabilitação dos usuários pediátricos de implante coclear unilateral ou bilateral.


Referências

1.

Firszt JB, Holden L, Reeder R, Skinner MW. 2009. Spectral Channels and Speech Recognition in Cochlear Implant Recipients using HiRes 120 Sound Processing. Otology and Neurotology 30:146-152.

2.

Brendel M, Buchner A, Kruger B, Frohne-Buchner C, Lenarz T. 2008. Evaluation of the Harmony Sound Processor in Combination with the Speech Coding Strategy HiRes 120. Otol Neurotology 29:199-202.

3.

Oleson J, Lesh S, Gfeller K, Knutson J. The Effect of Advanced Bionics’ HiRes 120 on Self-Report of Music Enjoyment. Poster Presentation at the 10th International Conference on Cochlear Implants and Other Implantable Auditory Technologies, April 10-12, 2008, San Diego, CA.

4.

Quick A, Koch DB, Osberger MJ. HiResolution with Fidelity 120 Sound Processing: Listening Benefits in CII and HiRes 90K Implant Users. Poster Presentation at the Conference on Implantable Auditory Prostheses, July 15-20, 2007, Lake Tahoe, CA.

5.

Mirza S, Douglas SA, Lindsey P, Hildreth T, Hawthorne M. 2003. Appreciation of Music in Adult Patients with Cochlear Implants. Cochlear Implants International. 4(2): 85-95.

6.

Gifford R. Speech Perception in a Realistic Background Noise: Effectiveness of Preprocessing Strategies and External Options for Improving the Signal-to-noise Ratio. Presentation at the 10th International Conference on Cochlear Implants and Other Implantable Auditory Technologies, San Diego, CA, April 10–12, 2008.

7.

Haumann S, Buchner A, Lenarz Th. Does the Input Dynamic Range of Cochlear Implant Processors Influence Speech Perception in Adverse Listening Situations? Oral Presentation at the 10th International Conference on Cochlear Implant and Other Implantable Auditory Technologies, San Diego, CA. April 10-12, 2008.

8.

Koch DB, Soli SD, Downing M, Osberger MJ. Simultaneous bilateral cochlear implantation prospective study in adults. Presentation at the American Neurology Society, San Diego, California, 24 April 2007.

9.

Zeitler D, et al. 2008. Speech Perception Benefits of Sequential Bilateral Cochlear Implantation in Children and Adults: A Retrospective Analysis. Otology & Neurotology. 29 (3): 314–325.

10.

Dunn, C, et al. 2008. Comparison of Speech Recognition and Localization Performance in Bilateral and Unilateral Cochlear Implant Users Matched on Duration of Deafness at Age of Implantation. Ear and Hearing. 29 (3): 352–359